O Presidente-substituto da CMSV, Rodrigo Martins, reagiu hoje, em conferência de imprensa, às declarações do Presidente da comissão política regional do PAICV, Alcides Graça que acusara a Câmara de São Vicente de responsabilidade nas “fragilidades urbanísticas graves”, que disse ter constatado, e que contribuíram para as “inundações, enxurradas, desabamentos e desalojamento” de algumas famílias.

Martins negou todas as acusações e classifica o Presidente da Comissão Política de São Vicente do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV) de pessoa com “grande compulsão patológica” para desvirtuar os fatos.

“Após as chuvas que foram intensas, verificamos que muitos dos investimentos levados a cabo pela autarquia no domínio da drenagem das águas pluviais e correção torrencial deram resposta adequada aos problemas”, realçou o Presidente-substituto.  

O Governante afirmou ainda que desde da primeira hora, na decorrência das chuvas, a Câmara Municipal colocou no terreno diversas equipas de proteção civil, saneamento, área social, rede viária e fiscalização, que mantêm em contacto com as famílias mais afetadas pelas intensas chuvas.